Glossário de Criptomoedas- Letra L

0
Glossário de criptomoedas - Letra L

Litecoin: Um dos criptoativos mais antigos do mercado. A criptomoeda vem da implementação do Bitcoin, mas com algumas modificações extras, uma é a frequência em que é dada a emissão dos blocos e também o número de unidades monetárias serão divididas. Seu criador Charlie Lee a lançou no dia 7 de outubro de 2011, com um logotipo prata feito de propósito pois no mundo da das criptomoedas ela aspira ser a “prata” e o Bitcoin o “ouro”. Hoje a Litecoin esta servindo para alguns experimentos que serão possivelmente implementados ao Bitcoin.

Liquidez: Termo muito  utilizado no meio econômico a anos, aqui ele tem o mesmo significado, que é a capacidade que se tem de comprar ou vender um ativo facilmente, até mesmo quando em quantidades maiores.

Ledger:   Livro-razão  em tradução livre. Termo usado na contabilidade que consiste no extrato da conta são denomina de registros contábeis de uma empresa que usa o método das partidas dobradas para aferição dos resultados. Aqui no meio de criptoativos é uma lista que contém uma série de IDs, transações, horários, saldos e outros dados relacionados à contas financeiras. O primeiro livro-razão (Ledger) que é distribuído,  descentralizado e público.único é blockchain.

Ledger Nano S: Uma carteira de hardware pra armazenar criptomoedas seguramente, um das principais do mercado. Ela é alojada em um pendrive criptografado onde se possibilita manter as suas criptomoedas offline, dando mais segurança contra ataques maliciosos.

Lisk: Fundada no inicio do ano de 2016, a Lisk hoje é um dos top 50 criptoativos em termos de capitalização e valorização de mercado. Este projeto busca a facilitação do desenvolvimento e implementação de aplicações em blockchain usando JavaScript.

Lightning Network: Para evitar o congestionamento como o que ocorreu em Dezembro de 2017, nas redes este projeto é um protocolo com a proposta de melhorar a escalabilidade da rede Bitcoin, busca se com isso criar uma nova camada Blockchain, sistema de micro-pagamento descentralizado que gera um canal para transações, visa simplificar as transações e reduzir as taxas. Está em fase de desenvolvimento e pode ser implementado no blockchain de qualquer criptomoeda  envolve a criação de canais de pagamento bidirecionais.

Lastro: Determina a garantia implícita de um ativo este termo é para dar validade ao ativo. Com isso quando um ativo tem lastro há uma atração maior pelos investidores.

Lambo: termo usado quando se ganha muito dinheiro com criptoativos e se usufrui deles exemplo comprar um apartamento na Barra com os lucros obtidos e ainda ter o que investir novamente.

Light Wallet: Carteiras que são instaladas em nossos computadores ou celulares, permitindo uma sincronização mais rápida já que não é preciso download das informações para se ter acesso a blockchain.

Locktime: Em tradução livre quer dizer “tempo aberto”, aqui ele designa ao tempo que se deve esperar para que um minerador adicione a sua transação ao seu hash de raiz da makle, para formar  um novo bloco que fara parte do blockchain

Linha de Tendência de Alta (LTA):  Muito usado por traders que tem o objetivo de monitorar as tendências de alta de um determinado ativo, determinado por uma linha diagonal que liga no mínimo dois fundos ascendentes, traçada a partir do fundo mais baixo da tendência.

Linha de Tendência de Baixa (LTB): Muito usado por traders  que tem o objetivo de monitorar as tendências de baixa de um determinado ativo, determinado por uma linha diagonal que liga no mínimo dois fundos ascendentes, traçada a partir do fundo mais alto da tendência. Quando ela é superada, crescem as possibilidades de o ativo ter um impulso de alta.

Glossário de Criptomoedas – Letra L

Deixe uma resposta